Parem o mundo!

Sábado à noite na porta da casa de uma amiga, conversa vai, conversa vem, chega a vizinha e grita de longe que já chegava com um vinho. Como o "já" demorou cerca de meia hora ou mais um pouco, ela achou tarde e não levou o vinho. Mais uma vez, conversa vai, conversa vem, eu e outra amiga cobramos o vinho e ela foi buscar. Bebendo e conversando, conversando e bebendo, percebi que já estava ficando meio lesa no final do segundo copo (e o vinho já tinha acabado). Vim pra casa, passei pelo pc rapidinho e desmaiei na cama com a roupa que estava e nem tive coragem de fechar a cortina. Acordei com o sol na cara, cabeça doendo e pesando e meio enjoada (gastrite). Primeira vez que tive ressaca com vinho, nem quando sequei um garrafão de 5 litros com uma amiga e meu irmão eu tive ressaca, fui ter por causa de 2 copinhos... Isso me fez lembrar de alguns porres:

* Dia dos namorados, sem namorado (é tão comum que nem me abalo mais) e uma amiga também solteira me liga me chamando pra beber, já que namorar tava (e ainda tá, pra mim) foda. Ficamos na casa dela. Cerveja, vai, cerveja, vem, lembramos que existia celular. Ela ligou pra um amigo nosso que não entendeu nada das besteiras que ela falou. Mais umas cervejas depois, ela coloca um DVD de Marisa Monte e começa a chorar. Eu pego o celular e faço um interurbano pra SP. King Kong total!

** Um dia qualquer, essa mesma amiga passa aqui e me chama pra sair. Fomos a um barzinho bem legal comer e beber. Não sei porque cargas d'água eu inventei de beber nada mais, nada menos que 4 caipiroscas, uma atrás da outra, sem pena! Mais uma vez, peguei o celular e tentei o interurbano, mas, por sorte minha e dele, não acertava nem fazer uma ligação. Saímos de lá uma apoiando na outra, rindo igual duas hienas. Não sei como abri o portão, a porta e subi as escadas até meu quarto. Chamei "Raul" até umas horas, tomei banho e fui dormir. No dia seguinte ainda passei mal pra caramba. Hoje em dia, penso duas vezes antes de beber caipirinha, caipirosca e afins. Recobrada a sanidade, jurei nunca mais aparecer naquele bar novamente.

Bom, já queimei demais meu filme por hoje. Se bem que esses dois foram meus piores porres, não costumo beber sempre.

Voltando ao episódio "mão macia", será que por isso aquele professor morenogatosubstituto da natação gostava tanto de pegar na minha mão?

Boa semana pra todos!

5 Entra aí!:

Adlianny disse...

Vc arrasa com seus porres, nunca tive coragem de tomar um, mas do jeito que minha vida sentimental tá um desastre acho que vou seguir seu exemplo no dia dos namorados uahuahuaahuhauahuahuhauha...

Vc e essas suas mãos, me conta que hidratante vc usa, preciso de um igulzinho urgentemente.

Beijãoo Mônica

byfranzao disse...

hahah....gostei dos porres, mas de vinho é foda.....passo mal... []'s

byfranzao disse...

Mônica, vc acredita, q hj de manhã qndo fui passar a música de kate, pensei no que vc me disse... serião meu...meus alunos até falaram "mas teacher, n é I kissed a girl", e eu...rs.. nãooooo..rsr

Mauri Stern Boffil disse...

hahahahahahaha!
Aiaiai, desculpa mas to rindo!

byfranzao disse...

hahah, sem dúvida, como sou pau mandado...haha.....optei por outra...rs........bjoss