Acreditar.

É comum ouvirmos as pessoas falando que devemos acreditar em algo que queremos que aconteça e tudo se encaminha para tanto. Não discordo que crer é peça chave para qualquer coisa em nossa vida. O problema é que está cada dia mais difícil de acreditar em dias melhores, pessoas melhores etc.

O que vemos hoje é o egoísmo, a preocupação exagerada pela forma, pelo dinheiro, pelo ter a qualquer custo. As pessoas estão cada dia mais vazias, as crianças já não têm referência do que é certo ou errado e se tornam adolescentes sem limites, achando que tudo podem, experimentando de tudo de maneira desregrada e assim seguem a vida, achando que tudo gira em torno dos seus umbigos e a mercê de suas vontades.

Paro pra pensar e percebo que as pessoas se tornaram peças de um jogo. São usadas para se atingir determinados objetivos e descartadas logo em seguida. Ninguém quer saber se magoou ou deixou de magoar, apenas quer obter uma satisfação e fim, dane-se o resto. Respeito, então, nem se fala. Falta respeito entre pais e filhos, alunos e professores e por aí vai...É uma situação que causa certo pânico, pois não sabemos até onde essa falta de amor ao próximo vai nos levar. Pior...não se tem nem mais amor a si mesmo.

Mas se é pra acreditar, acreditemos que podemos nos tornar pessoas melhores e que pelo menos possamos fazer nossa parte em intenção da melhora da humanidade.

3 Entra aí!:

Sieger disse...

Pior que eu quero dinheiro... rs

Lou disse...

Essa filosofia a la "O Segredo", de que basta acreditar e mentalizar positivo e as coisas acontecerão é a maior lorota! A gente que não faça a nossa parte pra ver se acotece alguma coisa. E olhe lá, porque às vezes a gente faz, faz, faz e não acontece nada mesmo. A vida é assim, quer a gente queira, quer não.

Essas crianças hoje em dia são mesmo muito folgadas... Eu não tenho paciência pra maioria delas. só gosto das educadas, hahaha...

Mas, sonhar é importante. Senão, ninguém agüenta!

Beijo e bom final de semana!

Lou disse...

Hum... Cadê a Rô, será que está viva?