Pequenas coisas, grandes momentos.


Essa vida é mesmo cheia de surpresas. Há umas duas semanas, mais ou menos, eu vinha lembrando de uma turma super especial do finado curso de inglês. Duas delas moram bem pertinho de mim, mas os afazeres e responsabilidades do dia-a-dia fazem parecer que existem quilômetros de distância entre nós.

Pois bem...como se "ouvisse" minhas lembranças, uma delas me telefonou essa semana para marcarmos de reunir a galera em uma pizzaria.

Tenho uma amiga que acha esse tipo de encontro inútil. Para ela, o que passou, passou...as pessoas que passaram, passaram e, sinceramente, não sei como nós continuamos a amizade durante todos esses anos...passamos por colégio, estudamos em faculdades separadas, formamo-nos praticamente juntas e a amizade continua sempre a mesma. Já eu, adoro rever pessoas de outrora, relembrar momentos bons, rir de problemas imbecis que nos faziam pensar que o mundo tinha acabado e que nos mostram que problemas mesmo são os de hoje...situações que nos fazem ver como o tempo passou, o quanto crescemos e nos tornamos pessoas mais maduras e até pessoas melhores, às vezes.

Continuando...Senti uma imensa felicidade em saber que não só eu sentia falta dessas pessoas, dos momentos de bagunça que fazíamos (até fizemos inauguração do sofá na casa de nosso amigo...rs). Estávamos sempre marcando algo e a diversão era certa. Nesse primeiro reencontro, só uma delas faltou, mas já marcamos outra coisa para o próximo fim de semana.

É isso que faz a vida valer a pena, saber que conquistamos pessoa especiais e que elas nos conquistaram também. Olhar para traz e vermos que temos amigos de todas as épocas e que, embora não estejam presentes em todos os momentos, a lembrança deles está sempre guardada em nós.

A música escolhida hoje não está totalmente como eu gostaria, era pra ser na versão de Ney Matogrosso, cantor pelo qual sou perdidamente apaixonada. Tudo que ele canta, vira ouro! (na minha opinião, é claro.). Mas enfim, ela mostra o quanto a vida pode ser cruel quando temos desejos e sentimentos pequenos que nos conduzem a um imenso abismo, destruindo tudo que há de bom ao nosso redor e que só percebemos tarde demais.

Bom...acho que viajei demais hoje, mas é isso aí!!!

2 Entra aí!:

Sieger disse...

Eu gostei da Beth carvalho!
Embora aqui apareça tremido (meu pc tem so 64MB de memoria RAM), eu vou la no cyber daqui a pouco...
Besitos!
E o encontro foi um lixo

http://www.ilegal.blogger.com.br

disse...

hello fia! vi lá sua visita, dai como tenho preguiça de ficar caçando os blogs, eu só apareço neles qdo os links estão bem nas minhas fuças. Sorte sua que tem esses amigos perto pra recordar essas coisas, os amigos meus q mais prezo ficaram no passado, até pela questão da distância e um bando deles se dispersou, uma pena...O que a gente leva da vida são as sensações, o que mais é essa existência senão o exercicio do sentir??? O video eu tb não consegui ver q to baixando lost e o computador não quer baixar mais nda, nem ferrado, depois eu volto aqui e tento ouvir. Kisses pro cê fia, ah, e o poker? como tá indo?