Composição

Quando perdi quase tudo,
descobri que a dor
não era maior que o sonho.
Quando esqueci o caminho,
vi que o horizonte
ficava do lado errado.
Quando só meu rosto
sobrava em cada espelho
(e nada do lado de cá),
juntei desalento e desejo
e me reinveitei
com carinho.

(Agora pareço comigo
antes de o amor ser
cancelado.)

Lya Luft | Para não dizer adeus

Fico feliz em saber que minha paixão por poesias tem contagiado você, Andrea.

12 Entra aí!:

Elinha disse...

Lindo Moniquinha!

saudade de vc...

te adoro, xero!

Priscila Rôde disse...

Adoro a Lya, acho que já disso isso.. rsrs
Lindo, lindo!

Beijos

Liciane disse...

Muito bonito... emocionante!
Adorei!

Beijosss

A Língua Nervosa disse...

quantas vezes nos encontramos perdidos...parecendo que nada está do nosso lado...só reiventando as cores,os fatos e a nos mesmos...e acreditando na vida!
beijos
to de volta!
:)

Bia disse...

Lindo... não conhecia essa poesia!

Quanto à resenha, Mônica, será algo simples, mas espero que goste! Falarei um pouco sobre isso no dia 09/10, na publicação...

Abraços!!

Adlianny disse...

Belíssimo amiga,como tudo que vc nos oferta aqui...
Temos mesmo que nos reencontrar, nos reinventar sempre.

Beijo imenso minha querida.

andreia inoue disse...

poxa monica,agora que me lembre q tenho que procurar os livros da lya,ja ouvi diversas pessoas elogiando e nunca li um sequer!

e ainda bem q vc fez as pazes com suas madeixas,eu vivo em constante guerra com o meu,hahah!
so fico de bem quando ele ta bonitinho.
:)
um beijaoooo.

Mauri Boffil disse...

Muito cookie, Monikinha

Clara disse...

oh!! Moniquinha que saudades daqui, lindo texto.
beijo.

Teka disse...

A Lya é mesmo tudddddo, né?
"...e me reinventei com carinho"... aiai... adoro!
Beijos

Hosana Lemos disse...

caramba, lindo lindo!
amei.
me deixoua arrepiada! ;O

bjos, flor!
=*

exoticlic.com disse...

eu amo escrever tbm...