A insustentável idiotice do ser.

A festa acabou, o barco correu, o dia raiou e, ao contrário do que pensei, você não era exatamente da maneira que eu queria, embora tenha dado a entender que sim. Tentou manter a primeira impressão, mas não dá pra sustentar uma face falsa por muito tempo. Os atos não condizem com as palavras e estas se contradizem e se contradisseram não uma, mas inúmeras vezes. Como tinha decidido ser mais tolerante, aderir ao voto de confiança fui relevando certas coisas até que a pressa dos relacionamentos atuais não deu mais espaço para gentilezas, conversas agradáveis, tempo para conhecer um ao outro.

"E agora, José? A festa acabou."

Levantei a placa stop, pois sei que me dou mal quando passo por cima dos meus limites e desrespeito meu tempo. Então, se alguém tem que sair insatisfeito, sinto muito, mas esse alguém não sou eu, ainda que a insatisfação me atinja reflexamente. Mas, como eu sempre digo, melhor agora que não havia envolvimentos mais sérios.

E que venha o próximo. Eu nem sabia, mas tem gente esperando.

Noite dos mascarados, com Nara Leão:


15 Entra aí!:

Liciane disse...

Puxa vida... que rápido...
Mas que venha o próximo!!!!!!
Não desanima!!!!
Tenho certeza que vc vai encontrar a alça da sua panela!!!! ( a alça está sempre ao seu lado e não te abafa!!) Li no blog do Thiago Maia! kkkkk

Bjss

Daniel Oliveira disse...

Amei.

O Melhor a se fazer é levantar a cabeça e seguir em frente,sempre.^^’

Bjus e Tem selinho pra’vc lá no Blog.

Karol disse...

Adorei!

Viu os sapatos? Estou apaixonaaaada por eles!
bjoks

Luciana Kotaka disse...

Lindo amiga! Adorei seu blog, o layput bem diferente!
Um beijo grande

Lou disse...

Hum... Era o cara novo?

Isso mesmo, a gente se preocupa muito com os sentimentos dos outros e se esquece dos nossos.

Beijos

andreia inoue disse...

adorei o titulo do post,eu li a muitosss anos a insustentavel leveza do ser,e me deu agora vontade de pega-lo de novo e rele-lo.
Infelizmente hj em dia a gente se depara com cada vez mais frequencias com esse tipinho de gente,é como vc falou,colocam uma mascara para nos ludibriar,mais como a mentira nao se sustenta por muito tempo a gente descobre logo,ou a experiencia nos faz descobri logo?
entao a melhor atitute eh essa q vc tomou,da um pe na bunda e esperar o proximo q com certeza vale mais a pena!
beijaoooo.

Rafael Belo disse...

AH, sempre uma fila invisível. É bom saber dos limites como dizem para não só saber até onde ir , mas para conguir aumntatá-los. Gostei do post Nikinha. beijos
p: te enviei o convite e amanhã posto mais partes hehe

Mauri Boffil disse...

Se não deu certo... parta para outra, ou dê um tempo a si mesma...

Dri Viaro disse...

é amiga, as vezes é melhor sair correndo antes, do que se machucar mais tarde, está certa
bjsss

exoticlic.com disse...

poxa adorei!!! tá certo eu tbm voltei e meio preciso levantar a placa stop se não atropelo os proprios passos!

Karen disse...

wow, acabou? as vezes antes agora que depois né? queria ser forte o suficiente pra ter exatamente esse pensamento no fim dos meus relacionamentos. são tão.. tão romântica, tão ridícula. te admiro, e torço pra que venha logo o novo, e o melhor ;)

Teka disse...

Querida.... é isso mesmo... a fila anda.
Nada de pessoas falsas... a vida é muito curta para perdermos tempo com elas.
Boa sorte.
Beijo

Fernanda, disse...

Mônica, achei o máximo o que você fez e te dou os parabéns! "E aí José, o próximo por favor!"

Está certinha, e não fique mal com isso não. Aposto que ele tbm não está.

Beijos, e sorte!

Fernanda.

Stella disse...

Fiquei um pouco confusa. rs
Mas sempre tem alguém esperando, mesmo que esse alguém ainda não tenha sido apresentado.

Beijos

A Língua Nervosa disse...

nossaaaaaaaa
e com esta mulher segura assim...tão cheia e sí, por exatamente saber onde pisa e onde deseja pisar...virão MUITOSSSSS!!!
beijos