"Delicadezas", parte III

Domingo, 19 de julho de 2009 às 20:35h, toca o meu celular. Número desconhecido. Atendo:
- Alô?
- Quem tá falando, gatinha? (voz de homem safado)
- Quer falar com quem?
- Eu quero saber quem está falando!
- Bom, você deve saber pra quem está ligando, não?
- Mas eu posso ter ligado errado, quero saber quem está falando. (ao fundo, uma voz de mulher dizia: por favor, por favor!)
- Bem, se você não sabe pra quem tá ligando, paciência.

Desliguei o telefone e não houve retorno. Então, a ligação não era pra mim e se tratava de uma palhaçada. Como diria uma amiga minha, sou um "poço de delicadeza", quando quero, uma "flor"! Na maior parte do tempo, sou educada, mas pra certas coisas, tolerância zero!

Em tempo: obrigada pelas palavras de conforto pelo falecimento de minha avó. Ela já vinha doente e de tempos em tempos, ficava internada. Nesses últimos quinze dias a situação complicou bastante e o inevitável aconteceu de maneira breve e sem muito sofrimento, o que foi bom para ela e para nós também. Agora é acostumar com a ausência, lidar com a dor até que ela se transforme em uma grande saudade.

19 Entra aí!:

Karol disse...

Ai ai ..eu nunca fui um poço de delicadezas, e mandaria a tal pessoa pra p¨%¨%&¨& pro quinto dos ¨&¨¨%%$ ... rss...seria o mínimo..
mas tomara q não aconteça nenhuma situação assim comigo, pois ontem eu fiz uma promessa: não vou mais xingar, e acredite, pra mim isso é mais difícil que ficar sem comer chocolate, carne ou afins! E só fiz essa promessa por alguém que amo muito e não está bem.. entãaao...desde ontem, eu não xingo mais, hoje eu não xinguei :D Vitóoooria, pelo menos por enquanto! Agora vou ser uma moça educada, assim como vc :D
Ótima semana pra vc
bjoks

Lou disse...

Ah, eu faço a mesmíssima coisa que você nessas situações! Ah, vai se lascar! Telefonou, então sabe muito bem com quem quer falar! Do contrário, é engano e se é engano, não estou nem aí.

Banho de lua é o nome chique para clareamento de pelos, hahaha...

bjim

Clara disse...

Bom aqui em casa temos uma regra: não atendo "desconhecido" já aviso pra todos que me ligam, p/ se um dia o celuluar deles tiver em anonimo é sinal que não vai falara comigo...pra evitar! porque não sei se vou ter sua educação!
beijos !!

Monique disse...

Odeio esse tipo de coisa, antes ficavam ligando para minha casa procurando uma mulher, pior que era voz de criança. Eu não tenho paciencia com nada mesmo, mando logo pro quinto do inferno IJIOSAJOSAJ

Sinto muito pela sua avó, eu tambem já perdi o meu avô mas até hoje não sei lidar com isso muito bem, porém me acostumei com a ausencia mesmo que as vezes doa demais.

beijos :*

RITINHA disse...

Sou como vc, e me chamam de hostil... hahaha, nem ligo! Não sei usar meias palavras, ser educada quando não to afim.

Sinto pela sua vó! Eu perdi a minha e sinto muita falta dela, porém sei que um dia nos reencontraremos.

Beijos!

Rafael Belo disse...

Sou delicado nas minhas indelicadezas (risos)por falar o que penso sempre. Não costumo tratar diferente quando me ligam e perguntam "quem fala?" ahuah ubeijos

andreia inoue disse...

amiga,sinto muito pela sua avo,e daqui a um tempo esse sofrimento pela ausencia dela com certeza se transformara em saudades!!!

e uma coisa q tambem nao tenho paciencia é para esse negocio de ligarem e perguntar quem esta falando...e ultimamente estourei e digo tudo que eh palavrao(considerados leves) sem peso na consciencia,so assim consigo liberar a raiva,quando eu voltar para o brasil retorno ao meu papel de moca educada,ahahha!!
beijao.

Liciane disse...

Eu não atendo o celular quando não aparece o número. E aqui em casa, quando ligam para o telefone fixo, também não dou nenhuma informação enquanto a pessoa não se identificar. Até sou meio estúpida kkk
Mas o pessoal de telemarketing deve me odiar!!!!
kkkkkkkkkkkkkkkkk
E essa ligação muito estranha mesmo, com uma mulher falando "pede por favor" nem devia ser pra vc, coisa mais sem sentido kkkkk Amigos se identificam ou reconhecemos a voz!!
Bjss

Rodrigo Brower disse...

Nesse tipo de situação tb não sou muito delicado..rs..o povo acha que não temos o que fazer né..Ótima semana! Bjs

Meire disse...

Nossa, odeio essas brincadeiras! Não tenho a minima paciência, também e as vezes, desligo sem falar nada. Rsrsrsrs.
Fico triste por sua avó. Vivo com a minha desde que nasci e a considero minha mãe. Nem consigo imaginar a dor da perda. =/

Déia disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Tem gente que merece !!
Vc fez muito bem, eu faria o mesmo, lustraria minha ferradura e daria sem dó, bem no peito , sabe voadora? kkkkk
Tem gente que não merece nossa educação Européia kkkkk

Linda, que sua dor passe logo! E que sua vozinha descanse em paz!

beijocas

Sandra Timm™ disse...

Delicada como um elefante em uma cristaleira... essa é a nossa garota!!!

Quanto à sua avó, vc tem uma crença que com certez há de te dar ainda mais conforto, principalmente por ter convivido com sua avó e saber que ela está bem agora.

A dor permanece, pois somos humanos, mas o amor te consolará.

Beijos

jadeamorim.com disse...

Cara, rii demaaaaaaaaaaaais!
Eu as vezes sou muito boba, com certeza teria caido nessa! =S


Beeijos! =*

Daniel Oliveira disse...

Olha eu não sou assim,como a amiga Karol disse,eu mandaria P!#$!%@...
Odeio essas brincadeiras,ainda mais por telefone,ninguem merece,né Nikinha?^^

Bjusss flor tenha uma ótima semana e feliz dia do amigo.

R.Vinicius disse...

Oi.

"Concordo." Há gente que merece. Mas estranho a mulher no fundo dizendo por favor. "Tudo vai melhorar com o tempo."

Abraço,
R.Vinicius

Liciane disse...

Voltei!!! hoje é dia do amigo e não poderia deixar de lembrar de vc, que já gosto muito e faz parte dos meus queridos amigos blogueiros!!!
De todos os dias!! kkkkkk

Feliz dia do amigo!!!!!!
Bjss

Clara disse...

Apesar do tempo apertado não podia deixar de marcar presença nesse dia do amigo...
beijo grande !!

A Língua Nervosa disse...

ai..e como é grande a saudade dos q se foram...

Fernanda, disse...

Olá Nikinha!
E quando são aqueles telefonemas pedindo alguma doação ou de cartões de crédito? Esses dias, estava na casa de minha Mãe e o telefone tocou e fui atender, perguntando se a dona da casa estava e eu falei "quem era", e a pessoa não me dizia de onde era... aí falei que poderia falar comigo, e ela falou o que vc é dela.. eu só para zuar falei que era a "empregada" e ela falou então tá depois eu ligo e desligou o telefone. rs Foi muito bizarro. rs

Meus sentimentos para a sua avó.

Beijos,
Fernanda.