Novas técnicas de paquera.

Bom, como mencionei no post passado, meu fim de semana foi bem agitadozinho. Umas amigas me chamaram pra sair sexta à noite e fomos dar uma olhada no que estava rolando na orla para depois decidirmos onde ficar.

Decidimos ficar no Bar e Restaurante Cariri. Sentamos e pedimos logo uma cachacinha (minha morangorosca estava divina!) e passamos a observar o ambiente. Muita mulher pra pouco homem. Muitos deles estavam acompanhados ou não conseguiam encher nossos olhos.

Em pouco tempo estávamos antenadas no que acontecia ao nosso redor: um moreno novo e gato sozinho numa mesa curtindo uma dor de corno, bebendo que nem um condenado e nem dava bola pra ninguém; na mesa atrás da nossa tinham quatro mulheres e uma delas estava doida se mostrando a um senhor que estava sozinho na outra mesa, mas que estava de olho na amiga. Isso foi o suficiente para nos entreter durante o tempo em que ficamos por lá.

O moreno foi parar não sei onde. A senhora levantava várias vezes para rebolar e tentar chamar a atenção do coroa até que ele foi até à mesa, cumprimentou todas elas, mas beijou a mão apenas da outra senhora de quem ele estava a fim, mas não honrava as calças que vestia e não foi capaz de ir lá ver se a mulher dava chance. Talvez porque tivesse bebido além da conta. Depois de hoooooras, ele resolveu ir embora e a assanhada logo abriu os braços pra falar com ele e ficou abraçando e se jogando pra ele e já que ela tava assim tão dada, ele resolveu arriscar um beijo. A senhora resolveu dar uma de doida e recusar o beijo do cara, alegando que jamais trairia a amiga. O senhor tava bêbado, mas não tava doido e viu muito bem o assanhamento dela pra ele e tentou beijar de novo e ela fez a mesma palhaçada. Então ele disse um "aah" e foi embora.

Pedimos a conta e fomos dar uma olhada na parte da danceteria do bar, onde tem um forró pé de serra muito bom e foi lá que pude ver como os homens estão sendo tão gentis e delicados ao chamar as mulheres pra dançar:

Primeiro, um chegou pra minha amiga e perguntou bem grosseiramente: "Tá só?!". Custava dizer: "Boa noite, tudo bem? Está sozinha?"

O outro pega o guardanapo, faz uma bola e joga na cabeça da minha outra amiga e grita: "Entre, venha dançar!" Assim, tão cordial e gentilmente que quase choro com tamanha sensibilidade. Detalhe: ele estava acompanhado e depois do gentil convite, começou a agarrar e beijar a mulher.

O terceiro e último, chega perto, olha a mesma amiga do guardanapo dançando sozinha, bate fortemente (foi quase um murro) no braço dela e diz: "Quer dançar?"

Depois dessas, só pegando o caminho da roça, né? Gente do céu! Eu nunca mais tinha saído para barzinho e não sabia que os homens estão tão grossos e mal educados desse jeito. Depois ninguém sabe porque muitas mulheres estão sozinhas. Felizes são aquelas que não são exigentes do jeito que sou...

*Vi o "chocolate de 1,80m" que às vezes me dá aula de natação, mas não o vi a tempo de fazer com que ele também me visse. Amanhã vou puxar papo e dizer que o vi.

**Esse fim de semana me rendeu boas histórias engraçadas pra contar, mas farei isso aos poucos. Pelo menos terei mais assunto nos próximos dias.

Uma excelente semana a todos nós.

7 Entra aí!:

Sandra Timm™ disse...

Hushausausasha

Ômi grosso ninguém merece... mas em tempos de crise... sabe como é...


kkkkkkkkkkkkk

Se eu sou o coroa tinha cahado a tia de santa... ela mereceu!

Manda a próxima!

Mauri Boffil disse...

uhauhauhahua, genteee!
E o chocolate de 1,80?

andreia inoue disse...

o que mais gostei foi da parte de quando vcs entraram na area do forro,ahahaha...cada criatura sinistra Deus do ceu,mais que foi engracadissimo foi,
ta so?
outro mete o tapao no ombro da menina,ahhaha...de onde vieram esses orangotangos?
beijao amiga!!

Adlianny disse...

Aiiiiiiii amiga que inveja de vc, fui muito ao Cariri em todas as vezes que estive em minha tão sonhada Aracaju.
Mas na minha época os homens já andavam sobre duas pernas, diziam boa noite, obrigada, por favor e ainda levavam no hotel que era quase do lado do restaurante... uahuahuahuhauhauhauha
Parece que voltamos aos tempos da caverna, que monstros eram esses???
Tadinha de sua amiga.

Vá contando tudo viu?
E o chocolate?? gente que babado, bons ventos masculinos pra todas nós \o/
Beijooooo

disse...

Que comentário ameaçador foi aquele? Medooooooo!

Fia, vc não pode reclamar de gente preguicosa, q bem andei vendo q vc é uma delas num post desses atrás.

morangorosca???? nunca sequer ouvi falar dessa bebida, é kisuco? hahaha

Vc ta reclmando da gentileza dos caras? Haha, ce naum viu nda, tem otros mto piores e qto mais novo, pior ainda,pq os mais novos, esses sim, tão cda vez mais sem norte, vai do jeito q for.

Bjo e boa semana

Déia disse...

kkkk que horror kkkk
Eu nasci na época errada, viu kkkk
Ja pensou, viver na época em que eram gentis de verdade? rs
Adorei seu blog, dei muita risada. Não sei se desejo boa sorte na próxima ou se prefiro que tenha muitas histórias engraçadas pra contar rs
bjs

Fábio disse...

rsrsrsrs
q fim de semana, hen???
hj em dia os homens não estão mais cavaleiros...
quero ver o q o chocloate vai falar????
bjo!