Conhecer-se

Começo a Conhecer-me. Não Existo

Começo a conhecer-me. Não existo.
Sou o intervalo entre o que desejo ser e os outros me fizeram,
ou metade desse intervalo, porque também há vida ...
Sou isso, enfim ...
Apague a luz, feche a porta e deixe de ter barulhos de chinelos no corredor.
Fique eu no quarto só com o grande sossego de mim mesmo.
É um universo barato.

Álvaro de Campos, in "Poemas"
Heterónimo de Fernando Pessoa

Difícil conhecer-se. Coisas vão sendo agregadas pelo caminho, outras, perdidas. Não se é hoje o que se era ontem. O que seremos amanhã? Quando tudo fica confuso, apenas o silêncio pode dizer sobre nós. Acabamos por nos reconhecermos lá dentro, quietos em algum lugar da nossa consciência. Por isso o silêncio assusta. Podemos encontrar alguém que pensávamos não existir, que pensa o que não devia pensar, gosta do que não devia gostar, tem medos, angústias, inseguranças, ansiedades e antes que esse "eu" se mostre, é melhor mantê-lo ali, são e salvo.

13 Entra aí!:

Sandra Timm™ disse...

Lindo poema... excelente conselho!

Postagem PERFEITA!

Sil disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sil disse...

Maravilhoso poema! Vc sempre surpreende.
Bjs
Sil
www.depoisdodiva.blogspot.com

Déia disse...

Oi Mo, muito lindo o que escreveu, e é isso mesmo...estamos sempre em movimento, crescendo, superando, desistindo de antigos pensamentos que não fazem mais parte do que acreditamos agora! E assim vamos vivendo!

Como dizia Raul Seixas... eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo!

bjs

andreia inoue disse...

isso é uma verdade:podemos encontrar alguem que pensavamos nao existir...da medo mesmo!!
adorei o poema apesar dele querer me transportar para o meu eu desconhecido!

Dri Viaro disse...

Eu acho que ninguém se conhece completamente né?
bjsss

Liciane disse...

As vezes nos surpreendemos com nós mesmos... Tem gente que diz que as pessoas não mudam, mas mudam sim, se transformam...
Lindo poema.
Bjss

Stella disse...

Quando finalmente se conhece, se muda e não conhece mais nada. Por mais que a vida seja a busca pelo auto-conhecimento, acredito que é uma das coisas que não acontecem. rs
Adoro Fernando Pessoa. ;)

Beijo!

byfranzao disse...

Nossa adorei....
Como adquiro.....?
Complementou um pensamento meu....quero logo existir...bjocas

Adlianny disse...

Monikinhaaaa lindaaa, que saudade de ti menina...

Adorei o post, eis aí o inconsciente que nos perturba, nos emociona e nos satisfaz tanto, sou fascinada por tudo isso, às vezes tenho medo desse meu estranho rsrsrs.

Beijoo imenso e a partir de hoje tô de férias e vou voltar a minha vida de blogueira rsrs \o/

Karen disse...

parece até que você escreveu pra mim.
verdade, né..

eu tenho até medo do silêncio ultimamente. me faz pensar, e pensar, nem sempre me faz bem.

beijos querida, e obrigada..

R.Vinicius disse...

Lembrei-me do Oracúlo de Delfos com as palavras "Conheça-te a ti mesmo." Segundo a Lenda, estas palavras acordaram o homem Sócrates. Devemos acordar.

Abraço,

R.Vinicius

Renato Alt disse...

Como já disse o outro Renato, melhor, "O futuro não é mais como era antigamente".

Mas sabe? Se é uma escolha, escolho me deixar desconhecido.

Beijos.