Homem ou máquina?

Ontem, vi uma notícia que me deixou abismada: "Empresa é condenada por controlar a ida de funcionários ao banheiro."

Isso mesmo, uma empresa de telemarketing foi processada por um de seus empregados por proibir idas ao banheiro fora dos cinco minutos de pausa previstos, sob pena de advertência verbal e escrita. Como se não bastasse, caso o empregado fosse extrapolar o tempo de cinco minutos deveria requerer autorização prévia ou comunicar posteriormente, justificando o que levou a extrapolar esse tempo, sendo que essas justificativas prévias e posteriores ficavam registradas no sistema eletrônico.

A Justiça do Trabalho entendeu que esse tipo de procedimento é vexatório (e o é mesmo!), além de levar os empregados a controlar suas necessidades fisiológicas, podendo até resultar problemas graves de saúde. Por conta disso, a empresa foi condenada a pagar seis mil reais de indenização por danos morais ao operador de telemarketing que a processou.

*Já que é assim, eles deviam montar toda aparelhagem necessária em cada uma das privadas, aí os empregados poderiam aliviar suas necessidades pelo tempo que precisasse e o trabalho continuaria na boa. Vou te falar, viu... Essas empresas cada vez mais tratam seus empregados como máquinas que servem apenas para dar lucro.

6 Entra aí!:

Mauri Boffil disse...

Q horror! Onde trabalho é proibido tb ir ao banheiro que não seja na pausa, antes ou depois (pensa que Sbaádo trabalho das 8 as 11, das 2 as 10 da noite). É cruel

A Língua Nervosa disse...

Gente que coisa ridícula!!
Por favor...direito de ir ao banheiro é o mínimo do mínimo...respeitar as necessidades humanas básicas!

andreia inoue disse...

aqui tambem tem esse negocio de minutos de intervalo,onde eh para beber agua,e ir no banheiro,
mais se de vontade de ir em outro horario,eles nao falam nada!!!
ai esta pior do que aqui em se tratando disso,pau nessa empresa de telemarket que eh mais uma empresa que nao tem funcionarios,e sim escravos!!

exoticlic.com disse...

é mas tem empresas que querem aplicar isso como lei tipo horario determinado dos funcionarios usarem o banheiro ^^

eu mi morro e não vejo tudo

Tom disse...

Bem, eu sou dos frescos que preferem morrer a usar banheiro que não seja o de casa (hihihi), mas isso nào quer dizer que eu vá concordar em aplicar a regra aos outros, né? Isso é triste...

Lou disse...

Só tenho um comentário: cruzes.

Beijo!