Interrogação.

Na maior parte do tempo, dorme. Um sono tranquilo, porém leve. Basta uma lembrança, o reencontro, um "oi" ali naquela janelinha para que seja acordado. O coração dispara, a respiração se agita, mil coisas passam pela cabeça. Os sentimentos se misturam: alegria; desconfiança; "ele ainda fala comigo"; "vai começar tudo de novo..."

Com o passar do tempo, as reações ainda são as mesmas, mas menos intensas. Vou criando resistência diante daquela mesma história que está longe de ser um conto de fadas. Estou conseguindo evitar que o final se repita, pois não tenho me deixado levar pelo sentimento revirado e as coisas ficam suspensas no ar, apesar da densidade forte. O contexto não me deixa crer "que vai ser diferente, que tudo mudou". Mas, como ter certeza? Acho que não terei...

Volta a dormir, mas antes estivesse morto. Agoniza, é bem verdade, mas não morre. Será que é imortal? Será que se alimenta das minhas esperanças? Será que se alimenta daquilo que ainda nos une? Talvez esteja maquiado pela amizade que ele diz existir entre nós. Amizade, pra mim, é outra coisa. Mas enfim...

Quem sabe se eu mandar "fazer, de puro aço, luminoso punhal"? Mas me falta coragem. Não sou capaz nem de matar um sentimento que tem me feito tão mal. Gosto pela tortura? Obsessão? Birra de criança que só sossega quando tem aquilo que quer, mesmo que passe a não querer mais no minuto seguinte? Um sentimento forte e verdadeiro?

Se algum dia eu souber, passo por aqui para dizer.

*Não relacionem com o post anterior.

6 Entra aí!:

byfranzao disse...

LINDO, LINDO, LINDO.... NOSSA ESTOU SEM PALAVRAS, NÃO AS TENHO...
...ACHO QUE ESTOU SENDO QUEBRADO PELO TEMPO, APODRECENDO POR DENTRO, ME DESFAZENDO... DIZEM QUE EXISTE AS TRANSFORMAÇÕES DE 7 EM 7 ANOS, ACREDITO Q ESTEJA ENTRANDO NO CICLO...
ADOREI SUAS PALAVRAS COMO COMENTÁRIO EM MEU CANTINHO DOIDO, MAS QUE ME FAZ BEM... ADOREI SEU TEXTO... MAS SÓ ME VEM LÁGRIMAS.... NÃO SABERIA COMENTAR ALGO... APENAS, AGRADEÇO.... MUITO OBRIGADO DE CORAÇÃO... MUITO O.BRI.GA.DO

Adlianny disse...

Completamente sem palavras...


A-DO-REI

Uma ótima páscoa pra ti e tua família querida, muito muito chocolate rsrsrs.
Beijoo

Mauri Stern Boffil disse...

asterisco cilene... genteeee!!!

andreia inoue disse...

ai monica,vc esta uma filosofa de primeira,adorei o que vc escreveu!!!!!
e a frase: sobre o punhal é de uma musica do raul seixas?

Lou disse...

É...
Acho que sei o que é.
Mas, o lance é o seguinte: não adianta reprimir, acho que alguns sentimentos jamais desaparecem, apenas mudam.

Quanto ao musical, acho que não é a Ópera do Malandro não, tem alguma coisa a ver com circo...

Beijão!

Sandra Timm™ disse...

É imortal? Não sei ainda...

Mas por mais que tentemos matar, mais forte fica...

Um dia aprendemos a conviver com eles, pois eles não nos abandonam nunca!