Enfim, acabou!

Até que enfim passou o Natal. Não gosto dessa data porque requer celebração em família, harmonia e união e minha família é tudo, menos unida. Mas enfim... entre mortos e feridos, salvaram-se todos. Ficamos na casa de minha avó. Um amigo meu também foi para lá com a mãe e a filha. Comemos e quando não se tinha mais o que fazer, viemos embora dormir.

Não desejei feliz Natal a ninguém, quer dizer, a quase ninguém. Todo ano escrevo mensagens de boas festas e mando para o pessoal lá do orkut, mas poucos respondem. Portanto, só retribui as mensagens que recebi e desejei feliz Natal só para os amigos mais chegados mesmo, aqueles que merecem minha preocupação.

O cidadão sobre o qual perdi uns minutos do meu tempo escrevendo sobre a saudade que sinto (ou sentia?) e procurando um vídeo de sua banda favorita para postar aqui me mandou um e-mail cretino para desejar feliz Natal. Nem se deu ao trabalho de escrever algo próprio. Apenas adicionou uma imagem com dizeres prontos e me mandou. E certamente deve ter mandado pra todos da lista dele.

No dia seguinte, encontro-o online no msn e engrenamos um papinho que a certa altura resultou em uma pergunta que ele sempre faz: "e vc, casada, noiva, solteira?". Essa semana minha ironia está afiadíssima e meu humor mais ácido do que nunca e ninguém tem escapado deles. Até me mostrou uma foto, depois de milhares de anos de promessa, mas uma foto que não dava para identificá-lo muito bem. Mais um motivo para destilar meu veneno e obter promessa de uma foto melhor. Quem sabe em 2014 ou 2015... Pelo menos isso serviu para dirimir minhas dúvidas e quem sabe colocar uma pedra nesse capítulo da minha vida.

Hoje eu tive um sonho estranho e já tinha sonhado a mesma coisa e com as mesmas pessoas, o que é mais estranho ainda...

Minha coluna está melhor. Estou fazendo os alongamentos e evitando ficar muito tempo na frente do pc pra não forçar demais. Espero estar recuperada quando acabar o recesso da natação.


2 Entra aí!:

Lou disse...

Que bom que a sua coluna melhorou!Fiquei tão impressionada com o negócio que você falou sobre operar que, quando voltar pra casa, vou marcar uma consulta com o ortopedista pra ver a quantas anda a minha escoliose e o meu desvio na lombar.
Eu a-do-ro Natal. Mas, confesso que na minha família as coisas não são muito animadas, porque acaba cada um indo para um canto diferente. Acho que reclamo demais porque idealizo aquele Natal com um monte de gente reunida e uma ceia grandona, tipo comercial de panetone, coisa que só terei se trocar de família ou se me casar com um bofe que tenha uma família unida e gigante (duas coisas praticamente impossíveis de acontecer, haha). Mas, enfim, até que esse ano foi legal.
Isso, bota uma pedra nesse cara do MSN. Essas coisas raramente dão certo...
Beijo!

Sieger disse...

eu tb não curto natal...
Q bom q suas costas melhoraram
bjs