E como nem tudo são flores...

Depois de uma semana que cheguei de viagem, minha chefe me informou que eu não trabalharia mais com compra de passagens porque surgiu um boato de que eu teria pedido à gerente para ir a BH. Novamente expliquei a ela como tudo tinha acontecido, mas ela virou pra mim e disse: "não sei, não sei como foi realmente isso." Em outras palavras, disse que eu estava mentindo. O sangue me subiu e disse a ela que eu não tenho cara de pau para pedir uma coisa dessas e que achava ótimo que ela estivesse tirando as passagens de mim, pois seria uma responsabilidade a menos (vocês não sabem as confusões que acontecem quando os professores cismam de mudar dia e horário...) e fechei a cara pra ela o resto do dia.

Como a raiva era muita, nem me dei conta do que estava por trás disso e minha intenção era deixar morrer o assunto. Mas, olhando friamente, vi que se tratava de uma acusação de má fé e desvio de conduta e isso eu não podia admitir. Fui à gerente levar minha insatisfação e ficou de levar o caso ao presidente porque está enfrentando um problema sério com essa mesma cidadã. Pois bem, saí de lá na esperança de que algo fosse feito e mantive minha postura de "conversa apenas sobre trabalho" e assim foi durante dois dias. No terceiro dia, como a cidadã viu que eu realmente não queria papo fora assunto de trabalho, foi dizer ao presidente que eu tinha aberto o e-mail do convite sem autorização. Diante disso, ele me chamou para esclarecer o fato e expliquei a ele que, por orientação dela própria, eu abriria todo e qualquer e-mail vindo das agências de viagens com as quais trabalhamos e ainda desmenti-a quanto ao recebimento da documentação que dá entrada na Fundação, uma vez que ela disse que tudo passava por ela. Resultado: o presidente entendeu que eu não houve desvio de conduta quando abri o e-mail e passei-o para a gerente e ainda disse que ela tem que receber todo e qualquer documento que dê entrada na Fundação.

Foi uma semana difícil, mas consegui levar. Toda hora ela vinha pra perto, puxava um assunto ou outro para tentar se aproximar etc. Agora eu já consigo falar com ela decentemente, mas não conversarei com ela da mesma forma de antes. Não quero escutar fofocas, nem saber de seus dramas pessoais com filhos, ex-marido e namorado violento. Apenas nos relacionaremos profissionalmente. De prático, nada foi feito, mas só pelo fato de o presidente ter percebido que ela me acusou injustamente e eu ter imposto respeito, já valeu. Pelo menos ela sabe que se mexer comigo, eu me defendo.

8 Entra aí!:

andreia inoue disse...

pois eh monica,nessa vida a gente se depara com cada tipo de cobra,todo cuidado eh pouco viu?mesmo com a poeira tendo baixado,nao baixa a guarda,pq com esse tipo de pessoa todo cuidado eh pouco,quem garante que ela nao queira puxar o teu tapete,ela ja tentou e com certeza vai continuar.
um beijao e se cuida.

Mauri Boffil disse...

ja te disse
quebre um dente de alho da porta pra fora do trabalho, e chute

Rafa disse...

Relacionamentos no trabalho é uma das coisas mais difíceis ... ai ai ai (eu trabalho do lado de uma pessoa com a qual não me dou bem(só falamos o mais necessário possível e se for mesmo necessário,isso pra não ser radical e dizer que a gente ñ se fala)

Luna Sanchez disse...

Ah, mas que coisa desagradável...Muito ruim ter essas incompatibilidades no trabalho, com alguém que somos obrigados a aturar horas e horas, todos os dias. =\

Tomara que tudo se resolva logo.

Beijo, bom fds!

ℓυηα

Lou disse...

Nossa, eu não sabia que tinha dado essa confusão toda, que chato!
Bem geito pra essa sua chefe besta, se lascou. Isso aê, não dá papo pra ela não...
Bjs

disse...

Estou voltando!!!!!!!!!

Vanderson disse...

Trabalho é lugar de trabalho e não pra falar de vida pessoal, fez muito bem vc em colocar a fulana no lugar dela e outra deixa ela levar uma porrada do namorado dela em paz pra lá!
ai aiii cada uma né que acontece!?!!
fico bessta com isso!
abraçooooo!

Rafael Belo disse...

O que se falar e acontece n otrabalho te mde ser limitado. Há pessoas assim em todo trabalho o verdadeiro lobo em pele de cordeiro... Bom é saber se virar com elas e as desvirar rsrsr beijos