Eis que chega 2010.

E quase que ele me pega dormindo. Pois é, deitei para descansar um pouco e peguei no sono. Tinha passado o dia pensando: Hoje eu encho a cara! Que se danem a gastrite; a retenção de líquido; a recomendação do médico naturalista de me manter afastada do álcool porque já que vou passar a virada do ano em casa, olhando um bando de gente desanimada, o remédio é beber e muito! Então, peguei  três garrafas de vinho e coloquei pra gelar (embora digam que vinho não se bebe gelado). Mas aí eu dormi e desanimei de vez. Acordei com a cadela (cadela mesmo viu gente?) da minha tia latindo. Vi que o pessoal já tinha chegado e pensei: que merda...


Contrariando a vontade de continuar dormindo, levantei; tomei banho; passei hidratante e perfume; peguei a roupa que já tinha escolhido; fiz uma maquiagem só nos olhos; peguei a máquina fotográfica (que nem foi usada) e desci. Todos já tinham comido e estavam assistindo ao show da virada, olhem que maravilha! Fiz meu pratinho e comecei a beber, mas parei no segundo copo. 2010 chegou e logo o pessoal foi embora. Eu morrendo de sono, mas minha afilhada ia dormir aqui e ainda ficamos conversando por uma hora. Fomos dormir mais de duas da manhã e às oito ela me acordou pra saber se podia tomar banho no banheiro do meu quarto (isso porque eu já tinha dito que ela podia usá-lo à vontade). Falei que sim e voltei a dormir. Só acordei, de novo, com a cadela da minha tia latindo. Sinal de que tinham chegado para o almoço, afinal, a ceia de ontem seria o almoço de hoje. Ainda fiquei mais meia hora na cama e depois resolvi levantar, tomar banho etc,etc...


Fui almoçar e sobre a mesa estava a garrafa de vinho. Bebi-a quase toda, pois já haviam bebido duas taças, fiquei zonza e fui desmaiar na cama. Acordei à noite, enjoada e com a cabeça doendo. Tomei um chazinho, comi alguma coisa e agora estou aqui, sem sono. 

Embora tenha passado quase o dia todo dormindo, comecei a pensar em umas coisas que preciso fazer esse ano, aliás, penso nisso desde quarta feira por causa de um fato que aconteceu e tem acontecido sempre e que eu digo que vou resolver, mas acabo deixando quieto, assim como tantas outras coisas. Minha cabeça anda uma zona, minha vida também e meu quarto anda refletindo isso: tudo jogado, nada no lugar... Preciso dar um jeito em mim e rápido! Espero que o verbo adiar não faça parte do meu vocabulário esse ano.

Saudações, 2010, que você traga boas mudanças.

6 Entra aí!:

Priscila Rôde disse...

Muito parecido com o meu ultimo dia do ano, só não bebi tanto!
Mas dormir muito e devo estar uma vaca gorda de tanto comer..
voltei a andar hoje as 4:30.. levei chuva... é.. meu ano começou bem.

Beijos Querida.

Marcoso disse...

Agora é só aproveitar 2010

Fê! disse...

Feliz 2010 Monica! Bjus

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Cara amiga.

Amo novo é assim, um pouco de loucura, improviso, e muito de esperança.

Obrigado por cada palavra dividida em 2009. Pelas visitas e pelas lembranças.

Que neste ano de 2010, você possa ser o melhor presente na vida de alguém, dividindo o encanto da vida na construção do belo, do bem, do melhor do mundo.

Elinha disse...

Ótimo ano pra vc!

Adorei as mudanças no blog!

xerooooooooooooooooooooooooooo

Luna Sanchez disse...

Nossa, que paradinho, né, Mônica? Mas como assim, o povo jantou sem te esperar? ¬¬

Bom, a forma como passamos a virada, não reflete, necessariamente, no ano todo, então, desejo que o teu 2010 seja dinâmico e proveitoso.

Acho que pode beber, não precisa ficar longe do álcool, já que já te afastou dos derivados do cacau, néam? Rs

Beijos, e vamo que vamo! \o/

ℓυηα