E No Reino Das Águas Claras...

Depois de meses de completo gelo precisei, como já disse, mudar meus horários na academia e caí na turma do meu amado e querido (agora titular) professor cujo apelido é Chocolate em virtude do seu tom de pele, uma vez que não sei se dá pra associar a outras características do referido doce.

Pois bem, nosso relacionamento se restringiu a "ois" e algumas palavras trocadas eventualmente. Essa semana tive minha segunda aula com ele e da turma só tinha ido eu e mais duas pessoas. Entramos na piscina, ele também entrou (ainda bem que é um dia só na semana...rs), deu as instruções e os outros alunos começaram enquanto eu me preparava para começar também. Assim que foram nadar, percebi que ele olhou e prestei atenção pensando que ele ia me falar alguma coisa sobre as instruções que tinha passado, mas já foi logo dizendo: "Venha cá, pertinho de tio Chocolate". Olhei pra ele com cara de "what the fuck is this?" e lá vem ele cheio de mão me agarrando e puxando pra perto dele. Perguntei se ele tava doido e pedi pra me soltar. Fui nadar.

Depois de umas idas e vindas, querendo chamar atenção, ele começou a cantar que eu tava "no enrolation" e ficou requebrando. Não dei atenção e continuei fazendo a série. Parou a palhaçada. Lá pelas tantas, surgiu o assunto polo aquático e o aluno disse que conhecia uns homens que praticavam o esporte e que eram mais largos que nosso professor. Senta que lá vem palhaçada:

- Mais largos que eu?! Como assim?
Eu, que não sou boa coisa, disse: "Chocolate, seu espelho quebrou? Vou te dar um de presente, tá?
- Mônica, essa você me paga!
(morri de rir)

Aula vai, aula vem. Exibição com corrida vai, apneia vem e vai chegando o fim da aula. Deu umas bóias para relaxarmos e ficamos conversando sobre o carnaval aquático que acontecerá no próximo sábado. De repente ele solta uma pérola. Como a pessoa (eu) não sabe ficar calada, diz: só podia ser você! E lá vem ele de novo com "venha cá". Eu, mais que depressa, empurrei a bóia contra ele e mandei que ficasse onde estava. Desconcertado com o chega pra lá, foi se despedindo de nós e tratei logo de sair da piscina. Ficamos cara a cara quando ele estava subindo. Olhou. Olhei e disse: tchau, até... qualquer dia! Ele respondeu o mesmo.

Só que o "qualquer dia" era o dia seguinte.

Continua...

Ah, segundo Mãe Dináh, ops... segundo Mauri, nós ainda vamos namorar. Será?

7 Entra aí!:

Luna Sanchez disse...

Hummmmm...não sei, flor. De verdade, não sei.

Odeio ser desmancha prazer, mas e se vocês começam a namorar, e ele mantém o tipo galinhão? Já pensou, que perrengue? =\

Beijo, beijo.

ℓυηα

Rafael Belo disse...

Seria isso bom. Desse tipo de mala ainda. E qual a moral da atitude em plena aula... Dele. Dá pra julgar o profissional, mas a pessoa não, enfim beijos. Obrigado pelas "boasvindas" hehe e fique firme, querida.

Vanderson disse...

O Mauri Boffill?
Ele sempre acerta!!!
kkkkkkkkkkkk!

Priscila Rôde disse...

Será?
kkkkkkkkk
Ai, não sei...

Você foi ótima! kkk
Beijos

Liciane disse...

Continua!!!!!!!!
Qualquer dia era o quê???? kkkkkk

Ai amiga, eu adoro essa novela!!!! kkkkk

Concordo com Pai Mauri kkkkk 100%

Também quero umas previsões!!!!

Beijos :)

Rafa disse...

O Mauri agora tá tirando cartas é?(nem sei como se diz).Já quero entrar na fila pra saber o que o futuro traz de bom pra mim... rsrsrrss

Mauri Boffil disse...

eu acho que ainda vai dar namoro...