"Para uma mulher, Clarice..."

Dá-me a tua mão:
Vou agora te contar
como entrei no inexpressivo
que sempre foi a minha busca cega e secreta.

De como entrei
naquilo que existe entre o número um e o número dois,
de como vi a linha de mistério e fogo,
e que é linha sub-reptícia.

Entre duas notas de música existe uma nota,
entre dois fatos existe um fato,
entre dois grãos de areia por mais juntos que estejam
existe um intervalo de espaço,
existe um sentir que é entre o sentir
- nos interstícios da matéria primordial
está a linha de mistério e fogo
que é a respiração do mundo,
e a respiração contínua do mundo
é aquilo que ouvimos
e chamamos de silêncio.

Clarice Lispector.

Música que inspirou o título: "Para todas as coisas" - Ana Cañas. Por falar nisso, vocês sabem que ela está com uma música (lindíssima, por sinal) na novela das oito da Globo? Se não me engano, é tema da atriz Lília Cabral e se chama "Esconderijo."

8 Entra aí!:

andreia inoue disse...

ola monica,confesso que nao era muito ligada em poemas nao,sempre gostei mais de prosa,mais depois q vc comecou a fazer esses post's fui comecando a simpatizar.
:)
um beijaoooo.

Renata de Aragão Lopes disse...

Maravilhoso...

Um beijo e bom domingo,
doce de lira

Déia disse...

Que musica linda!!

E sabe, me fez lembrar da frase: " nada realmente é o que parece ser"

Se cuide !
bj

Kaio Rafael, disse...

Clarice sempre maravilhosa... '^^

Lou disse...

Eu vejo essa novela por um único motivo que é duplo: Mateus Solano. Ô AQUI EM CASA!

Essa música me lembrou aquela da Marisa Monte... Acho que "Diariamente".

Beijos!

☆ Sandra C. disse...

vou atras da musica.
e Clarisse.. é ela!

Adlianny disse...

Amiga amei o post, LINDÍSSIMO...
A música também é perfeita,adorei.
Beijo pra vc querida e um ótimo comecinho de semana.

Mauri Boffil disse...

a musica dela ta na novela? tem uma linda do Jose Mayer com a Tais Araujo