Impressões

Sabe quando, de repente, tudo passa a ser estranho? Pessoas estranhas; atitudes estranhas; comportamentos estranhos; situações estranhas... E embora tudo seja estranho, vejo a grande maioria ser da mesma forma e praticar as mesmas coisas.

Começo a me questionar se as coisas e as pessoas realmente são/estão estranhas, ou se a estranha sou eu. Se meus olhos não conseguem enxergar uma normalidade que aparentemente existe; se meus conceitos, na verdade são preconceitos e limitam a percepção do que está ao meu redor.

Eu até tento ver normalidade, fazer uma ou outra coisa que me parece estranha, mas não dá muito certo... Talvez porque não devesse mesmo fazer, talvez porque eu possua amarras internas e externas que me impedem de fazê-lo, sem me preocupar se é certo ou errado, mas sim algo que eu queira fazer somente por querer, sem maiores pretensões ou consequências.

E fica a impressão de que uma ou muitas dessas coisas estranhas podem me abrir novos caminhos, trazer novas sensações e, por que não, mostrar um "eu" melhor, mais livre, mais feliz.


*Constatações da noite:
- Ironia é tudo na vida!
- Tenho sonhado com Malvino Salvador (é sério!) e isso me lembra do meu amiguinho lá do Centro que parece com ele, mas que não vejo faz um tempo...
- Amanhã é dia das mães e me arrumaram um café para às 7:30 da madrugada. Tudo bem que é um dia especial, mas precisa abusar, precisa?!

Bom domingo a todos!.

4 Entra aí!:

andreia inoue disse...

quando a gente se depara com essas coisas/situacoes/pessoas estranhas ou que se tornaram com o tempo é complicado,a gente sempre fica com aquela interrrogacaozinha sem saber se mudaram ou foi a gente que mudou!!!!!
e nem me lembra dos dias das maes,aqui tudo que eh loja super decoradas,com mil presentinho bonitinhos e minha mae a milhoes de quilometros de distancia,mimimi...!!!!!
e a proposito,o cafe da manha eh para tua mae ou para todos?

Lou disse...

Eu sou estranha. Mas, o meu estranho já é normal pra mim. Então, qq coisa que eu faça fora do meu estranho eu acho estranho e me sinto péssima, entendeu?

Eu, particularmente, não acho que as pessoas mudam. Na verdade, é alguma característica que elas já tinham e desenvolvem mais ou menos com o passar do tempo e a gente acha estranho...

Beijos e ótimo café da manhã!

A Língua Nervosa disse...

Menina...que layout lindoooo! AMEI!
Mas sobre as coisas estranhas...gostaria que você exemplificasse melhor o que seria tão estranho assim....pq como cada um tem seu jeito e cada lugar tem suas particularidades...não sei bem definir o que seria estranho...
mas..o que mais acho estranho ultimamente é este jeito desrespeitoso das pessoas se tratarem..esta falta de amor ao outro sabe..as pessoas simplesmente fazem o que querem e não se importam com o outro. Isso é muito estranho pra mim!
beijossss

Adlianny disse...

Eu concordo plenamente com Lou, as pessoas não mudam mesmo, vão deixando as máscaras cairem com o decorrer do tempo.
Chega um momento em que não tem mais como esconder isso ou aquilo, nesses momentos achamos que nós somos os estranhos, que nós mudamos, mas tudo é uma questão de reprogramar, reorganizar e fica tudo certo.

Várias vezes já me perguntei onde estava o erro, se em mim ou nos outros e só depois me toquei que só conseguiria resolver alguma coisa se mudasse o foco desses momentos.

No entanto esses momentos são necessários para a repaginada que temos que estar dando em nossa vida SEMPRE.

Meninaaa do céu, sonhando com o Malvino??? Vc nem se acha né amiga???
uahuahuauahuauahuahuhauauauhua
Ironia é tudooooo tudo mesmo. \o/

Café às 07:30 da manhã??? Isso é mesmo madrugada rsrsrsrss.
Muitaa sorte e manda beijo pra sua mamãe tá?