Difícil de explicar...

Por esses dias eu fiquei pensando em como são tratados os brasileiros que vão visitar ou até mesmo morar em Estados estrangeiros. Muitos são tratados da forma mais absurda possível e se for mulher, logo é chamada de puta e outros termos pejorativos (embora o que seja mostrado lá fora é que o Brasil é o país do futebol e do carnaval e por conta disso são mostradas imagens de mulheres semi nuas etc.) No entanto, há mulheres e MULHERES tanto aqui como lá fora.

Fiquei abismada quando ouvi no jornal que os policiais que mataram o brasileiro em Londres por "acidente" não serão julgados e que nenhuma outra providência será tomada, o que me fez ver que a vida desse rapaz valia menos que a vida de um cachorro. Se eles tivessem matado qualquer animal que fosse, certamente seriam julgados por alguma lei que proteje os animais. Tivesse algum inglês sido assassinado aqui no Brasil pra ver o "auê" que seria. Seria logo manchete de todos os jornais com direito a página principal e tudo.

É por essas e outras que não entendo o porquê de tanta gente fazer questão de sair daqui se não tem uma boa recepção em determinados lugares, como na Espanha, por exemplo.

Outra coisa que me fez pensar foi o caso daquela advogada que supostamente simulou uma gravidez, feriu seu próprio corpo e acusou os skinheads para tentar ganhar uma indenização milionária. Logo que vi a notícia fiquei indignada: mais um brasileiro atacado em terras estrangeiras! Mais indignada ainda fiquei quando a polícia da Suíça cogitou a possibilidade de a agressão ter sido forjada. Foi então que começaram os questionamentos com familiares, amigos e chegaram até o fato de ela ter lúpus e de essa doença ser capaz de afetar o lado psíquico da pessoa. Eu, sinceramente, desconfiei que o noivo dela estivesse envolvido nisso, já que ele pouco falou sobre o caso. Ainda custo a creditar que uma pessoa chegue ao ponto de fazer isso para ganhar uma indenização e pior, duvidar da competência das autoridades locais (sim, porque, diferentemente do Brasil, lá fora essas coisas costumam funcionar) e se expôr de maneira tão vil...

Pra vocês verem como são as coisas. O rapaz levava sua vida calma e pacata, trabalhando honestamente e foi "confundido" com um terrorista e morto sem que tivesse chance de mostrar quem realmente era. A outra sai do Brasil para supostamente aplicar um golpe milionário na Suíça. Depois ninguém sabe porque o brasileiro é tido como malandro e a brasileira como puta (tendo como base as que se expõem como tal). Por causa de meia dúzia, o país inteiro leva a fama...

5 Entra aí!:

M. disse...

Há uns meses atrás eu fui convidado a morar na Espanha, pela minha ex-sogra, para ser gerente de um cybercafé que ela é proprietária em Barcelona. Apenas não fui porque meu pai não deixou, mas vontade não faltou. Daí a gente fica vendo todas estas coisas que acontecem fora do país e fica se perguntando se realmente vale a pena tentar alguma coisa lá fora.

=/

andreia inoue disse...

ola monica,
bem bolado esse tema,so nao falei antes sobre ele pq esse assunto é debate constante aqui,principalmente nesse tempo de crise,
primeiro,em tempo de crise,todos os paises pelo que leio estao boicontado estrangeiro,Ingleses nao aceitam italiano,espanha nao aceita brasileiro,americano estao cada vez mais em cima dos mexicanos,e por ai afora,
aqui no japao nao eh diferente,em tempo de calmaria,estrangeiro sao digamos assim,tolerados,e no tempo ruim sao tratados meio como um entojo,sao pessoas que estao tirando os empregos deles...
mais preconceito tambem existe ai no brasil,vc sabe,tipo:sulistas olham com desprezo para nordestino,se chega turista americano sao tratados como rei,se chega um paraguaio,ja eh outra historia,nao eh generalizando,mais é mais ou menos assim que as coisas sao,
eu ja senti muito preconceito aqui nao so pelas japas,como tambem por proprias brasileiras,mais te digo,tambem ja fui muito bem tratada pelos japas,...entao é complicado dar uma opiniao pq envolve tanta coisa,
em resumo,falando por mim tambem acho lamentavel o que aconteceu com o brasileiro la na inglaterra,e concordo se fosse um ingles assassinado no brasil seria manchete em todos os jornais do mundo,e principalmente a midia brasileira nao deixaria esse assunto esfriar,
e a brasileira da suica,acho q se ela forjou tudo aquilo para pegar idenizacao do governo,merece passar um tempo na cadeia,errou tem que pagar,ora essas,nessas horas todo mundo fica doente,todo mundo que tem condicoes financeiras,pq se fosse um trabalhador comum ja tava sendo esculachado pelos jornais em geral!!!
desculpa pelo mini-jornal e se as coisas que falei ficaram meio emboladas,beijaooo.

andreia inoue disse...

so para completar,o governo brasileiro eh muito engracado,faz a maior divulgacao do brasil como o pais do carnaval e do futebol,eh tudo o maior oba oba,
as fotos q mostram das mulheres sao so as bem boazudas em fio dental,ai depois fazem campanha contra o turismo sexual,me poupeeeeeeee!!!!!
se faz campanha no exterior praticamente dizendo que as mulheres estao disponniveis para proporcionar prazer,como eh q querem coibir depois?
aqui mesmo em um canal de televisao,mostrou a cultura de alguns paises,levaram algumas mulheres representando seus paises,
holandesa vestida a carater,
africana vestida a carater,...
e uma brasileira vestida a carater,sabe com oque?com a roupa de madrinha de escola de sampa!
todas estavam vestidas menos a brasileira,tava la rebolando no seu fio dental feliz e saltitante,esse eh o nosso retrato,entao nao adianta eu e um milhao estamos aqui trabalhando e na tv mostrarem outro retrato ne?

Lou disse...

Eu acho que a maioria das pessoas vai por causa da grana. Eu tenho muita vontade de morar fora do Brasil, porque gosto de conhecer pessoas diferentes, culturas diferentes, jeitos de viver diferentes. Enfim, morar fora do país é um dos meus maiores sonhos, pelo menos por um tempo.
Quanto à imagem dos brasileiros no exterior, eu passei por algumas experiências desagradáveis quando viajei há uns anos. Todas as vezes que eu falava que era brasileira, os olhos dos caras saltavam, ficavam logo empolgadinhos. Então, passei a mentir e falar que era italiana, pois as semelhanças físicas me ajudava, hahaha...
Não acho que é todo país que nos trata mal, algumas pessoas são mais esclarecidas e não colocam todo mundo no mesmo balaio. Mas, no geral, é como a Andreia falou, estrangeiro é tratado mal, vivemos num tempo de grande xenofobia.
Sem falar que, realmente, algumas características brasileiras realmente devem incomodar os outros, como o famoso "jeitinho brasileiro".
Quanto ao Jean Charles, que foi assassinado na Inglaterra, é o cúmulo do absurdo. Espero que o nosso governo não fique calado e exija uma punição real pra esses imbecis, e não apenas "pra inglês ver".
Já a brasileira lá da Suíça foi é muito burra ou é muito doida. Pra alguém ter feito aquilo nela assim, atacando, ela teria que estar sedada, já que as marcas são super certinhas. Caso contrário, ela teria se debatido e nunca que ficaria daquele jeito... Enfim.
Quanto ao rapaz, ele pode até ter sido sincero no convite, mas não acho que estava fazendo muita questão, não.
Beijos e ótimo domingo!

Abbie disse...

Por mais que tudo isso que aconteça mostre como nós brasileiros somos (des)tratados no extrangeiro, a minha vontade de ir pra Londres nunca vai morrer.